Portal de Notícias do Município do Funchal.

Assembleia Municipal do Funchal aprovou Plano para a Cultura e Plano de Juventude

Os planos foi aprovados com votos favoráveis da Coligação Confiança e da CDU, e por unanimidade, respetivamente.

Foram aprovados esta manhã, durante a sessão da Assembleia Municipal do Funchal que decorre nos Paços do Concelho, o Plano Estratégico Municipal para a Cultura 2021-2031, e também o primeiro Plano Municipal de Juventude. Estas duas estratégias foram aprovadas com votos favoráveis da Coligação Confiança e da CDU, e por unanimidade, respetivamente.

O Plano Estratégico Municipal para a Cultura 2021-2031é uma estratégia que reforça as apostas municipais na implementação de políticas públicas que desenvolvam social, economica e culturalmente o concelho do Funchal, sendo o primeiro a ser elaborado por uma instituição pública na Madeira.

Miguel Silva Gouveia referiu que “a aprovação deste documento representa um passo histórico para a cidade do Funchal. O Plano é resultado de um trabalho intenso realizado durante o último ano, onde passamos por todas as freguesias do concelho, envolvendo associações, artistas, agentes culturais, e a população, num abrangente estudo de públicos que permitiu identificar as necessidades e perspetivar o trabalho de futuro a realizar.”

Este documento estrutural é um dos requisitos para a candidatura da cidade a Capital Europeia da Cultura em 2027, atualmente em curso. Miguel Silva Gouveia apelou a “todos os agentes culturais, associações, movimentos e públicos da nossa cidade e da nossa Região, a assumirem-se como parceiros ativos na implementação deste Plano Estratégico Municipal para Cultura e a associarem-se a um dos maiores desígnios da cidade para a próxima década: a candidatura a Capital Europeia da Cultura.”

Relativamente ao Plano Municipal de Juventude, o edil funchalense destacou que “é fundamental incluir a voz ativa dos jovens nas políticas do Município”, sublinhando que “nunca tivemos uma geração tão bem preparada, tão consciente e informada como esta. Neste sentido, é importante congregar entidades e associações juvenis para juntos delinearmos uma estratégia concertada para a cidade que tenha como base a inclusão, o debate de ideias e a vontade de responder aos grandes desafios globais das próximas décadas”.

O Plano Municipal para a Juventude – FunJovem 20-30, é direcionado aos jovens dos 14 aos 30 anos que vivem, estudam ou trabalham no Funchal. De referir que o Funchal conta com cerca de 18.031 jovens (entre os 15 e os 29 anos) residentes, o que representa cerca de 17,3% da população total do Município.

Miguel Silva Gouveia afirmou que a “participação ativa da juventude através dos seus ideais, conhecimento e visão do mundo sem fronteiras são os alicerces deste Plano Municipal para a Juventude. Recaí sobre poder político o compromisso de ouvir, e sobre os jovens a responsabilidade de estarem no centro da ação e das políticas que querem ver implementadas na sua cidade.”

- Campanhas CMF -

ARTIGOS RELACIONADOS

Este website usa cookies para melhorar a experiência do utilizador. Ao continuar a navegar em funchal.pt está a consentir a utilização de cookies. Aceito Ler mais...