Portal de Notícias do Município do Funchal.

Autarquia alterou o Regulamento das Hortas Urbanas para melhorar a sua utilização

Este é um projeto da CMF que nasceu com o intuito de fomentar na população funchalense as boas práticas de agricultura.

A Câmara Municipal do Funchal informa que foi aprovado em Assembleia um conjunto de alterações ao Regulamento das Hortas Urbanas, com o intuito de potenciar um melhor aproveitamento e utilização destes espaços de cultivo.

Com efeito, foram retiradas as laranjeiras e os limoeiros das espécies autorizadas, tendo sido introduzida a expressão “no seu estado adulto”, e foi ainda deliberado a limitação ao número de pés de bananeiras regionais admitidas.

Esta alteração tem em conta a pequena dimensão dos lotes e visa igualmente evitar o ensombramento das culturas contíguas. Assim, só poderão ser plantadas árvores de fruto de pequeno porte e de raízes pouco invasivas, desde que a área total destas árvores plantadas, no seu estado adulto, não ultrapasse mais do 25% da área total da parcela e desde que não ultrapassem, em altura, 1,80m.

A Autarquia acrescenta ainda que é permitida a plantação de araçaleiros, pitangueiras, tomateiros-inglês e bananeiras regionais, no máximo dois pés. Mais se recorda que, não é permitida a utilização do lote em monocultura, nem deverão ser colocadas estacarias, sebes ou plantas que causem ensombramento nas hortas vizinhas.  Não é permitida a detenção ou reprodução de animais de qualquer espécie nas hortas urbanas destinadas exclusivamente à atividade de cultivo agrícola.

As Hortas Urbanas são um projeto da Câmara Municipal do Funchal que nasceu com o intuito de fomentar na população funchalense as boas práticas de agricultura, principalmente nesta altura de crise pandémica, e constitui-se ainda como um regresso às raízes.

A atribuição destes espaços é uma iniciativa com muito sucesso, e gera muita procura pelos munícipes, uma vez que estimula as práticas de cultivo que aproximam o cidadão da natureza e o respeito pelo equilíbrio ambiental. Além disso, potencia a vertente sociocultural que permite o incremento da qualidade de vida dos seus utilizadores e promove a instituição de hábitos de vida saudáveis.

As inscrições estão sempre abertas neste sítio eletrónico.

A Autarquia detém, neste momento, 529 hortas individuais, distribuídas por 19 espaços espalhados por todo o concelho, numa área total de 34.147 m2. A área média de cada lote individual é de 64 m2, sendo que esta iniciativa chega a cerca de 454 famílias do concelho.

Todos os novos proprietários das hortas passam por um processo de formação em Agricultura Biológica, denominada “Horticultura em Espaços Urbanos”, requisito obrigatório para a obtenção da mesma.

A Câmara Municipal do Funchal alerta que nos últimos cincos anos, cerca de 121 inquilinos perderam a concessão das hortas municipais por abandono ou incumprimento do dever de manutenção dos espaços, pelo que se apela à responsabilidade e a uma boa utilização das mesmos.

- Campanhas CMF -

ARTIGOS RELACIONADOS

Este website usa cookies para melhorar a experiência do utilizador. Ao continuar a navegar em funchal.pt está a consentir a utilização de cookies. Aceito Ler mais...