Portal de Notícias do Município do Funchal.

CMF instala na Avenida do Mar marco comemorativo do centenário da 1ª Travessia Aérea Lisboa-Funchal

O Presidente da Câmara Municipal do Funchal, Miguel Silva Gouveia, descerrou, esta manhã, no jardim da Avenida do Mar e das Comunidades Madeirenses, o marco comemorativo do Centenário da Primeira Travessia Aérea Lisboa- Funchal.

Miguel Silva Gouveia referiu que “instalamos este marco comemorativo dos 100 anos desta travessia precisamente em frente ao local onde o primeiro hidroavião amarou no Porto do Funchal, um momento épico que ajudou a fazer com que a Madeira se abrisse ao mundo no novo século. Para além de uma forma de perpetuar esta efeméride, este é também um convite à curiosidade de todos madeirenses, e de todos aqueles que nos visitam, para que explorem e fiquem a conhecer um pouco mais da nossa história.”

Recorde-se que, no dia 22 de março de 1921, o hidroavião Felixstowe F.3, de fabrico britânico, comandado pelo capitão-tenente Sacadura Cabral e pelo capitão-de-mar e guerra Gago Coutinho, realizou a primeira travessia aérea entre o território continental, nomeadamente Lisboa, e o Funchal.

“As iniciativas inseridas nas comemorações do centenário terminam hoje com o descerrar deste marco, mas a exposição que ilustra este acontecimento e que conta com diversos elementos dessa viagem, como o hélice original do hidroavião, os casacos, óculos e luvas dos pilotos, entre outros documentos e fotos, continua patente no Átrio da Câmara Municipal do Funchal e pode ser visitada até ao próximo dia 22 de abril”, acrescentou o autarca.

O Presidente conclui que “durante esta semana contamos um pouco da história da travessia e dos seus protagonistas, foram momentos com um simbolismo especial e com a partilha de diversas curiosidades que nos enriqueceu enquanto comunidade. Mais do que uma aventura, ou um episódio histórico, esta viagem representou para os madeirenses um importante contributo nas nossas relações com o resto do mundo e uma rota para inúmeras oportunidades de desenvolvimento que haviam de se suceder.”

- Campanhas CMF -

ARTIGOS RELACIONADOS

Este website usa cookies para melhorar a experiência do utilizador. Ao continuar a navegar em funchal.pt está a consentir a utilização de cookies. Aceito Ler mais...