Portal de Notícias do Município do Funchal.

CMF vacinou e desparasitou 547 animais domésticos na primeira campanha de 2021

As campanhas municipais, que além da vacinação, incluem a identificação com microchip, o registo no SIAC, a desparasitação interna (contra lombrigas e ténias) e o respetivo licenciamento na junta de freguesia.

A Câmara Municipal do Funchal dinamizou recentemente a sua 7ª campanha municipal gratuita de vacinação antirrábica para animais domésticos com mais de três meses de idade, em colaboração com todas as juntas de freguesia do concelho. No total foram vacinados e desparasitados internamente 547 animais (397 cães e 150 gatos), sendo que destes, 258 animais (152 cães e 106 gatos) foram também identificados eletronicamente.

O Presidente Miguel Silva Gouveia explica que “em virtude da crise sanitária em curso, a campanha foi realizada com fortes medidas de segurança, pelo que tivemos de reduzir as inscrições permitidas, mas o Município não podia deixar de efetuá-la, na sequência do sucesso que se tem verificado com este projeto desde 2017 e daquilo que as pessoas nos solicitam anualmente. Vale a pena enaltecer que, mesmo com as condicionantes que são do conhecimento de todos, alargámos a campanha a felinos no ano passado, o que foi bastante elogiado pela população e também será para manter.”

As campanhas municipais, que além da vacinação, incluem a identificação com microchip, o registo no SIAC, a desparasitação interna (contra lombrigas e ténias) e o respetivo licenciamento na junta de freguesia (quando aplicável), percorrem todas as freguesias do concelho e permitiram vacinar, até hoje, um total de 3717 animais domésticos, não apresentando quaisquer custos para os seus detentores.

Miguel Silva Gouveia refere que “os dados da CMF indicam que 39% das famílias funchalenses possui pelo menos um cão e que cerca de 26% possui pelo menos um gato, pelo que a Autarquia continua empenhada em criar condições para que os munícipes possam vacinar e identificar os seus animais de forma gratuita, com o objetivo de assegurar a cobertura da profilaxia antirrábica dos animais domésticos e um maior controlo da existência destes no Funchal.”

Estas campanhas de vacinação gratuita foram uma medida pioneira que o Executivo municipal começou a desenvolver em 2017 e representaram um enorme passo em prol da causa animal e da saúde pública no Funchal, que permitiram manter a cidade na dianteira desta temática, em termos de sensibilização e de ação permanente no terreno.

“Até termos começado este trabalho, nunca nada do género havia sido feito no Funchal. Chegámos a muitos portadores de animais que, pela primeira vez, foram sensibilizados para os hábitos anuais que têm de ter com eles, e promovemos ativamente a colocação do chip e o registo dos animais, o que passou a ser obrigatório por lei”, acrescentou o autarca.

A Câmara Municipal do Funchal já investiu cerca de 1,5 milhões de euros na Causa Animal, sendo de recordar medidas emblemáticas como o facto de o Funchal ter sido a primeira Autarquia da Região a implementar o fim da eutanásia para animais errantes, a afetação de um médico veterinário de forma permanente aos serviços do Município, a abertura de um Centro Municipal de Esterilizações ou as importantes obras no Canil Municipal da Vasco Gil.

Como medidas mais recentes, destacam-se um Dog Park nos Jardins da Ajuda, uma nova carrinha devidamente equipada para recolha de animais e um novo Abrigo para Animais na Fundoa, uma infraestrutura que passou a servir de apoio ao Canil e Gatil Municipal da Vasco Gil.

- Campanhas CMF -

ARTIGOS RELACIONADOS

Este website usa cookies para melhorar a experiência do utilizador. Ao continuar a navegar em funchal.pt está a consentir a utilização de cookies. Aceito Ler mais...