Portal de Notícias do Município do Funchal.

Frente MarFunchal satisfeita com 50 mil visitantes no mês de Julho

Nelson Abreu, responsável pela Frente MarFunchal, mostra-se satisfeito com a afluência aos complexos balneares do município ainda que se note uma quebra de 40% face ao ano passado. Os resultados são positivos numa altura em que enfrentamos uma crise pandémica.

O responsável da Frente MarFunchal, Nelson Abreu, não têm dúvidas de que esta época balnear está a correr melhor do que o expectável, apesar da pandemia da covid-19.
Face ao ano anterior, houve até agora “uma quebra de 40%” nas visitas aos complexos balneares do Funchal, o que ainda assim é muito positivo tendo em conta as restrições no número de entradas de banhistas.
Durante o mês de Julho, os complexos balneares da FrenteMar, (Lido, Poça do Gomes – Doca do Cavacas , Ponta Gorda e Barreirinha) receberam 50 mil visitantes.
“Estamos satisfeitos com esta época balnear, sobretudo pelas restrições no número de entradas e nas zonas de lazer”, revela Nelson Abreu.
Para que tudo esteja a cumprir com as orientações do IASAÚDE, o responsável adianta que foi necessário investir na sinalética ao longo de todos os complexos balneares, identificando os percursos pedonais, nomeadamente as entradas e saídas e enumerando as piscinas.
Além disso, “sensibilizamos ao longo do dia os utentes com as recomendações de distanciamento social e uso da máscara. A nossa mensagem é que todos nós somos agentes da saúde pública. Protegermo-nos é também proteger quem está a nosso lado.”
Outro ponto a realçar que têm contribuído para o sucesso desta época balnear foi, por exemplo, a regularização do calhau da Praia Formosa que possibilita “fazer o percurso pedonal entre a Doca do Cavacas e a Praia da Vitória”, afirma Nelson Abreu, lembrando ainda o investimento importante para a cidade do Funchal que a autarquia realizou nesta intervenção que permitiu a reabertura da Praia do Gavinas este verão.
O responsável pela Frente MarFunchal quis ainda enaltecer o “esforço de todos os colaboradores dos complexos balneares do município, que tiveram de se adaptar a uma nova realidade.
“Todos os dias entre as 14h e as 15h as praias têm de ser higienizadas” ao mais ínfimo pormenor, incluindo espreguiçadeiras e corrimões, “cumprindo assim com todas as medidas sanitárias”, sublinha.

Fonte CMF

- Campanhas CMF -

ARTIGOS RELACIONADOS

Este website usa cookies para melhorar a experiência do utilizador. Ao continuar a navegar em funchal.pt está a consentir a utilização de cookies. Aceito Ler mais...