Portal de Notícias do Município do Funchal.

Funchal poupa 200 mil euros por ano com nova iluminação pública

A Câmara Municipal do Funchal tem vindo a investir, desde 2016, na substituição e modernização da rede iluminação pública de diversas ruas, veredas, becos, e bairros sociais geridos pela Autarquia, nomeadamente no Bairro do Hospital, Bairro da Quinta Josefina e no Bairro da Nazaré. As intervenções já substituíram mais de 1000 luminárias antigas por um novo sistema de iluminação LED, que permitiu poupar cerca de 200 mil euros anuais em fatura energética.

O Presidente Miguel Silva Gouveia refere que “estes investimentos que a CMF tem realizado em diferentes locais da cidade na rede de iluminação pública, com a substituição das luminárias antigas por luminárias de nova tecnologia LED, que destacam-se, desde logo, pela redução significativa dos custos de consumo, têm contribuído também para a manutenção dos níveis de iluminação adequados e para a melhoria da segurança destes espaços de partilha comum.”

“Durante quatro anos com estas alterações ao nível da iluminação pública já conseguimos uma redução de custos superior a 10%, o que significa uma poupança de 200 mil euros anuais em fatura energética. São investimentos que no seu todo representam a substituição de mais de mil lâmpadas, colocação de colunas rodoviárias e posteletes em zonas rurais”, acrescenta o autarca.

O edil lembra ainda que o projeto de substituição de luminárias vai continuar e será alargado, em parceria com a Empresa de Eletricidade da Madeira, a outros locais da cidade, “procuramos que os efeitos acabem por se refletir naquela que é a fatura que o Município do Funchal paga em iluminação pública, dando seguimento ao investimento que tem sido feito por este Executivo na diminuição da fatura energética dos funchalenses”. O tempo de vida útil de uma nova lâmpada LED é de 100 mil horas, traduzindo-se em 20 anos de utilização, tendo em conta o tempo médio de uso.

Miguel Silva Gouveia conclui que “os benefícios da tecnologia LED que temos vindo a instalar são múltiplos, tal como referi anteriormente, e são essas algumas das razões que nos conduziram a esta escolha, que vem no fundo manter aquele que é o compromisso da Câmara Municipal do Funchal com a sustentabilidade e com o Pacto dos Autarcas, assinado em 2012, que coloca o Funchal no caminho da eficiência energética e das boas práticas de sustentabilidade a nível europeu.”

- Campanhas CMF -

ARTIGOS RELACIONADOS

Este website usa cookies para melhorar a experiência do utilizador. Ao continuar a navegar em funchal.pt está a consentir a utilização de cookies. Aceito