Portal de Notícias do Município do Funchal.

Funchal venceu 1ª edição do Prémio de Boas Práticas Locais em Matéria de Promoção da Resiliência

O objeto desta distinção foi a criação, pela Câmara Municipal do Funchal, dos Núcleos de Proteção Civil.

O Município do Funchal é o vencedor da 1ª edição do Prémio de Boas Práticas Locais em Matéria de Promoção da Resiliência, iniciativa promovida pela ANEPC – Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, no quadro da Estratégia Nacional para uma Proteção Civil Preventiva. Este é mais um reconhecimento nacional ao trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pela Câmara Municipal do Funchal, desta feita na área da Proteção Civil.

O Presidente da Autarquia, Miguel Silva Gouveia, congratulou-se por nova distinção atribuída à cidade e explicou que “a Câmara Municipal do Funchal, através do Serviço Municipal de Proteção Civil, apresentou, em outubro de 2020, a candidatura ao Prémio de Reconhecimento de Boas Práticas Locais em matéria de Promoção da Resiliência, com o projeto dos Núcleos de Proteção Civil.”

“Essa candidatura resultou neste prémio, um reconhecimento nacional pelo trabalho que temos vindo a desenvolver na proteção de pessoas e bens, sobretudo nas Zonas Altas, potenciando as competências da comunidade para uma intervenção mais eficaz e eficiente nas diferentes fases da Proteção Civil”, acrescentou.

O Prémio de Reconhecimento de Boas Práticas Locais em matéria de Promoção da Resiliência, reconhece e divulga precisamente o trabalho desenvolvido por municípios, entidades intermunicipais e freguesias, no âmbito da preparação e participação dos cidadãos, em particular dos mais vulneráveis, no aumento da resiliência face à ocorrência de acidentes graves e catástrofes.

Os Núcleos de Proteção Civil (NPC) foram implementados pela Câmara Municipal do Funchal, através do Serviço Municipal de Proteção Civil, após os incêndios do Verão de 2016. Assumem-se como organizações comunitárias, com caráter voluntário, que permitem a residentes ou à comunidade educativa de áreas suscetíveis aos perigos, construírem uma resposta coletiva no âmbito da prevenção e mitigação dos riscos. “Não se pretende que as pessoas se substituam aos agentes de Proteção Civil, mas sim que saibam tratar da sua autoproteção, no primeiro momento de resposta”, sublinhou o Presidente.

Atualmente, a Câmara Municipal do Funchal dinamiza quatro NPC, nomeadamente: os Núcleos de Proteção Civil Jovem na Escola Básica do 1º Ciclo com Pré-Escola Ribeiro Domingos Dias (Santa Maria Maior) e na Escola Básica dos 2º e 3º Ciclos Dr. Eduardo Brazão de Castro (São Roque); e os Núcleos de Proteção Civil Residente no Curral dos Romeiros (Monte) e na Barreira (Santo António). Desde 2016, o SMPC já levou a cabo um total de 521 sessões de sensibilização, que abrangeram 663 pessoas.

“Em todos os núcleos doamos um Kit de Proteção Civil à comunidade, promovemos a realização de treinos e simulacros, e constituímos equipas de Primeira Intervenção, com formação, por exemplo, em combate a incêndios. Formamos, igualmente, equipas de evacuação e equipas de Primeiros Socorros com conhecimento em Suporte Básico de Vida, através do recurso à Desfibrilhação Automática Externa (DAE).”

Miguel Silva Gouveia concluiu que “o Funchal é hoje uma cidade de referência nas mais variadas áreas, tanto a nível nacional como internacional. Este reconhecimento serve de estímulo para criarmos novos Núcleos e continuarmos a trabalhar no sentido de sensibilizar e treinar a população para saber agir numa situação de emergência, pois a Proteção Civil é uma atividade que deve ser desenvolvida também por todos os cidadãos.”

- Campanhas CMF -

ARTIGOS RELACIONADOS

Este website usa cookies para melhorar a experiência do utilizador. Ao continuar a navegar em funchal.pt está a consentir a utilização de cookies. Aceito Ler mais...