quinta-feira, 23 junho 2022 16:27

Fórum de Emprego da CMF coloca em contacto directo oferta e procura

Pedro Calado realça importância das sinergias entre entidades públicas e privadas na resposta ao problemas da empregabilidade

Na abertura do Fórum de Emprego da Câmara Municipal do Funchal, Pedro Calado afirmou ser necessário que as diversas entidades, públicas e privadas, devem estar «de mãos dadas, olhando de frente os problemas» pensando com «optimismo e fora da caixa» nas soluções para o problema do emprego.

Aliás, a boa articulação da CMF com o Governo Regional, nomeadamente com o Instituto de Emprego e também o Instituto de Segurança Social, mas igualmente com entidades privadas, a ACIF e as empresas que participam neste Fórum de Emprego, foi um facto destacado pelo presidente da Câmara Municipal do Funchal.

O 1º Fórum do Emprego decorre de hoje a sábado, nos Paços dos Concelho e começou hoje com uma conferência “Como Atrair Trabalhadores”, em que participam Marco António Costa, advogado e ex-secretário de Estado, Roy Garibaldi, presidente da Sociedade de Desenvolvimento da Madeira e ainda Rui Rui Teixeira, director, em Portugal, da ManpowerGroup, empresa especializada em emprego e recrutamento.

O presidente da Câmara Municipal do Funchal explicou, na abertura, que um dos principais objectivos deste Fórum de Emprego, que ele próprio classificou não ser «diferente» do que habitualmente se faz, foi privilegiar o contacto directo entre a oferta e a procura, numa espécie de desburocratização, daí que, neste evento, estejam presentes várias empresas com mesas de recrutamento no Átrio dos Paços do Concelho.

Pedro Calado abordou ainda algumas das principais questões subjacentes à questão do emprego, em concreto a escassez de mão-de-obra, isto face às ofertas de emprego em algumas áreas, os salários e os horários, bem como o teletrabalho.

O presidente da CMF adiantou ainda esperar que o debate em curso, moderado pelo jornalista Ricardo Miguel Oliveira, fosse «produtivo» e com «reflexões» sobre a problemática do emprego.

Note-se que durante a duração deste Fórum de Emprego estão presentes, no Átrio da CMF, sete mesas de recrutamento, com a participação de várias empresas, que, entre as 09:00 e as 17:30, recebem as pessoas interessadas em conhecer as ofertas de emprego.