terça-feira, 10 maio 2022 09:37

Pedro Calado destaca participação da juventude na edição deste ano - Feira do Livro traz mais escritores e tem mais lançamentos de livros

Apresentação da 48ª Feira do Livro
Pedro Calado destaca participação da juventude na edição deste ano
CMF investe 150 mil euros no certame que decorre entre 03 e 12 de Junho
Feira do Livro traz mais escritores e tem mais lançamentos de livros

Decorreu hoje de tarde, no Foyer do Teatro Municipal Baltazar Dias, a apresentação da 48ª Feira do Livro do Funchal cujo tema, nesta edição, é “Jovens e Língua Portuguesa” e que o presidente da Câmara Municipal do Funchal definiu como sendo um certame que está de mãos dadas com a juventude.

A edição deste ano, que decorre entre 03 e 12 de Junho, na Avenida Arriaga, e cujo tema está relacionado com o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, conta com a participação de jovens de várias escolas secundárias mas também do ensino superior do Funchal na sua organização e programação

Como explicou Pedro Calado, o objectivo da autarquia foi fazer «uma feira mais inclusiva, mais dinâmica e muito virada para a juventude», como forma de evitar «o divórcio», o «afastamento» entre os jovens e os livros e a leitura em resultado de «uma sociedade muito digital e informatizada».

Nesse sentido, reforçou, foi pedido ao Departamento de Cultura da CMF, «que inovasse sobretudo pela participação juvenil», já que a intenção é «sensibilizar» e aproximar os jovens da «leitura» e para «uma participação cívica activa e responsável», daí a participação dos jovens na organização e programação da Feira do Livro do Funchal.

O «programa é ambicioso», mesmo «muito positivo e abrangente; como sublinhou o presidente da CMF, sendo o investimento municipal «cerca de 150 mil euros», estando, desde já, reforçada a participação de escritores, stands e lançamentos de livros.

Assim, serão «31 os lançamentos de obras», o que significa um acréscimo de mais 42% em relação ao ano anterior, mais 20% de escritores, 56 este ano, e ainda 22 editoras presentes.

Refira-se que na 48ª edição da Feira do Livro do Funchal realizar-se-ão 31 apresentações e lançamentos de livros, cinco conversas e 15 momentos musicais, 46 sessões de autógrafos e 14 momentos de animação de rua e seis oficinas.

Outra novidade do certame deste ano é que terá um dia dedicado à «vida e obra da passagem do Imperador Carlos da Áustria, na Madeira» isto em colaboração com a Diocese do Funchal e que «também» envolve «banda desenhada».