Portal de Notícias do Município do Funchal.

Projeto da CMF Viveiro de Lojas já recebeu mais de 1700 visitantes

Durante o mês de setembro e outubro estará a decorrer um conjunto de ‘workshops’ ministrado pelos empreendedores

O Viveiro de Lojas, projeto inovador da Câmara Municipal do Funchal, que tem como objetivo servir de incubadora para novas marcas e de ensaio a novos negócios, registou 1730 visitantes nos últimos quatro meses.

Situado no Largo do Corpo Santo, na Zona Velha da Cidade, os dados mostram que são os estrangeiros que mais visitam o espaço (70%), seguindo-se os turistas nacionais (20%) e por fim os locais (10%). 

Os seis empreendedores, que através deste projeto da Autarquia possuem uma loja física, durante seis meses, sem custos associados, onde podem expor os seus produtos, afirmam que estão muito satisfeitos com esta iniciativa. 

De acordo com os dados disponibilizados, o volume de facturação já ultrapassou os cinco mil euros. Contudo, além deste valor atingido por meio de venda direta no Viveiro de Lojas, os criadores referem o grande volume de encomendas feitas através dos canais de comunicação próprios, após a visibilidade induzida por esta aposta da Câmara Municipal do Funchal no empreendedorismo.

Mais se acrescenta que, graças a este projeto, algumas das marcas já foram abordadas por propriatários de negócios que manifestaram interesse em expor os produtos dos criadores nos seus espaços comerciais.

É de salientar que os turistas nacionais, por exemplo, visitaram o Viveiro de Lojas após tomarem conhecimento do projeto através da divulgação feita na comunicação social, nomeadamente em publicações que saíram na revista Visão e Observador Lifestyle. 

Além disso, a Câmara Municipal do Funchal tem também apostado na promoção dos empreendedores locais através da respetiva página de Facebook criada para o efeito e ainda através de um conjunto de iniciativas que arrancou este mês e que decorre até outubro. Assim sendo, estão programados ‘workshops’ em os empreendedores irão partilhar algumas das técnicas que utilizam na produção dos seus produtos.

Esta é uma forma de dinamizar as vendas mas também de valorização dos artigos artesanais. 

Nesta primeira fase, as primeiras seis marcas do Viveiro de Lojas são: a Wicker_it Innovating Tradition, que utiliza vime madeirense na criação dos seus produtos; a Provecto, que produz calçado em couro através de técnicas artesanais; a Madeira Pebbles, que utiliza calhau madeirense para criar as suas obras de arte; a Notebooks & Arts, que trabalha a encadernação artesanal e artística; a Artes da Flor, que produz peças de cerâmica personalizadas; e o artista António Miguel Ramos, que valoriza a Região através dos seus desenhos a aguarela.

O Viveiro de lojas do Funchal representa um investimento municipal de 32 mil euros e visa proporcionar a projetos empresariais, com potencial de crescimento, um local temporário para teste e comercialização de produtos. Tem como objetivo fomentar o tecido empresarial do concelho bem como diversificar os modelos de gestão de projetos empresariais, através de serviços de apoio ao ciclo de vida do produto, nomeadamente na fase de introdução do produto no mercado.

- Campanhas CMF -

ARTIGOS RELACIONADOS

Este website usa cookies para melhorar a experiência do utilizador. Ao continuar a navegar em funchal.pt está a consentir a utilização de cookies. Aceito Ler mais...