O presidente da Câmara Municipal do Funchal garantiu que a votação antecipada para as eleições legislativas nacionais, que decorreu este domingo, desenrolou-se dentro da normalidade. “No primeiro dia de voto antecipado, conseguiu-se assegurar o funcionamento normal das mesas e tudo leva a crer que tudo correrá de forma natural no dia 30.

O Presidente da Câmara Municipal do Funchal (CMF) defende alterações de comportamento da população em matéria ambiental, sensibilizando-a para a importância da reutilização dos resíduos sólidos e para a necessidade de envolver os mais novos nesta causa ambiental.

As sessões dirigidas ao público escolar no espetáculo ‘Doitor à Pancada de Molière’, que estarão em cena no dia 2 de fevereiro, pelas 15 horas, e no dia 3, pelas 10 e as 15 horas, no Teatro Municipal Baltazar Dias, já estão esgotadas.

A Câmara Municipal do Funchal (CMF) colocou ao serviço cinco novas viaturas, com capacidade para 32 toneladas, que farão a transferência de resíduos sólidos para a Estação de Tratamento da Meia Serra ou para a Estação de Triagem do Porto Novo. Um investimento no valor de 633 mil euros, mais IVA. O Presidente da CMF, Pedro Calado e a Vereadora do Ambiente, Nádia Coelho estiveram presentes na apresentação pública das novas viaturas.

Na cerimónia de entrega de prémios relativos à época 2021 da Associação Madeirense de Automobilismo e Karting (AMAK), que decorreu na Quinta Magnólia, o Presidente da Câmara Municipal do Funchal enalteceu o trabalho exemplar dos clubes das modalidades motorizadas.

O Presidente da Câmara Municipal do Funchal considera que, entre 2022 e 2025, haverá um período positivo em termos de novas infraestruturas, de desenvolvimento das cidades e de projetos novos que têm que começar.

sexta-feira, 21 janeiro 2022 11:59

EDITAL 35/2021 - INTERRUPÇÃO TRÂNSITO NO CAMINHO DO TRAPICHE

Escrito por Raquel Fernandes
sexta-feira, 21 janeiro 2022 11:32

CMF reativa cooperação com a ASA

Foi durante a tomada de posse da nova direcção da ASA, liderada por Marcelo Gouveia, que o presidente da Câmara Municipal do Funchal prometeu restabelecer o trabalho de colaboração  e cooperação com a associação  criada em 1999, tendo sempre desenvolvido  um  trabalho meritório na ajuda social às famílias carenciadas. Contudo, «nos últimos 8  anos  esta Associação esteve à beira de fechar as portas por falta de apoio  da anterior vereação, salientou Pedro Calado.

Pág. 1 de 629