Portal de Notícias do Município do Funchal.

Segundo Festival de Marionetas e outras Formas Animadas arranca hoje

A partir de hoje e até sábado decorre a segunda edição do Festival de Marionetas e outras Formas Animadas (MARIOFA), um evento inovador e que veio para ficar.

Foi hoje apresentada, no foyer do Teatro Baltazar Dias, a programação da segunda edição do Festival de Marionetas e outras Formas Animadas (MARIOFA), que decorre entre hoje e sábado.

Na ocasião, Marlene Ribeiro da Associação Nuvem Aquarela, responsável pela Direção do Festival, salientou que neste contexto de crise pandémica “há coisas que temos de manter”, nomeadamente a relação humana com a Cultura e com o teatro. Nesse sentido, realça que o teatro trabalha emoções e que a “marioneta” oferece uma experiência de “intimidade” e de “crença num objeto”. 

Além disso, aludiu à “transformação de emoções” que é uma componente do Festival de Marionetas e outras Formas Animadas. Nesse sentido, citou um verso de José Jorge Letria: “o poema é um brinquedo contra o escuro e contra o mundo”.

Miguel Silva Gouveia, presidente da Câmara Municipal do Funchal, esteve presente na ocasião e afirmou tratar-se de um festival “inovador”, com uma “lógica inclusiva”, de “proximidade na rua”, que vai “ao encontro das pessoas”.

“Há muito mercado para as marionetas e a interação com o público mostra isso mesmo. O encanto continua lá”, referiu o autarca.

Miguel Silva Gouveia disse ainda que o Festival de Marionetas é um “resgate às emoções” e que a primeira edição do evento foi um sucesso, sendo que este segundo festival torna-se assim uma “conquista” uma “afirmação”, e que esta manifestação de arte é algo que veio “para ficar”.

O edil considerou ainda que a Cultura é um bem de primeira necessidade e um pilar deste executivo municipal. Com efeito, lembrou que, durante a pandemia, a autarquia fez chegar 4 mil livros às casas dos funchalenses.

Para além disso, realçou a iniciativa Cultura que nos Une, que privilegiou e trouxe aos munícipes um espectro alargado de manifestações artísticas, desde música, dança, teatro, marionetas, entre outras.

A partir do próximo mês, o Funchal prepara-se para a candidatar-se a Capital Europeia da Cultura em 2027, fruto do “trabalho excecional” que tem vindo a ser desenvolvido entre a autarquia e os agentes culturais do concelho.

 

 

- Campanhas CMF -

ARTIGOS RELACIONADOS

Este website usa cookies para melhorar a experiência do utilizador. Ao continuar a navegar em funchal.pt está a consentir a utilização de cookies. Aceito Ler mais...